Blog 3TC

< Voltar

Climatizando Containers

Equipe 3TC
29/11/2016 às 10h00
Construções em containers podem ser ótimas se utilizado o isolamento térmico correto.
Mudanças climáticas é um tópico bastante discutido e estudado por especialistas devido aos seus impactos ambientais, sociais e econômicos. De acordo com os dados obtidos pelo relatório do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), da UFRJ, o clima no Brasil ficará ainda mais quente com aumento gradativo e variável da temperatura média em todas as regiões do país, podendo chegar em até e 6 graus de aumento até 2100. Estes dados são alarmantes, e mostram que as mudanças no clima trarão uma série de impactos cruciais na gestão de recursos hídricos, bem como na geração e distribuição de energia no país.

Para minimizar estes impactos, a construção civil e suas tecnologias auxiliares devem se adaptar a esta nova realidade o mais rápido possível, minimizando, inclusive, seus impactos. A construção em containers, um mercado cada vez mais em expansão o Brasil, é um dos que mais sofrem com essa variação de temperatura. Sua composição predominantemente metálica sofre muito com a troca de calor, gerando problemas relacionados ao conforto térmico em containers habitacionais. Para solucionar este problema, vários sistemas de isolamento térmico têm sido utilizados para climatização de containers. Contudo, as estruturas de containers apresentam peculiaridades que fazem com que a maioria dos sistemas de isolamento térmico tradicionais não consigam obter resultados satisfatórios em conforto térmico de acordo com a norma NBR 15220 e 15575 (leia mais sobre conforto térmico).

Transferência de Calor em Containers

Para explicar um pouco melhor, as estruturas metálicas dos containers absorvem a energia proveniente da radiação solar, e transmitem esta energia pela forma de condução e radiação para o ambiente interno. O ganho e perda de calor das estruturas metálicas fazem com que os containers sofram bruscas variações térmicas ao longo do dia, sendo assim mais suscetíveis às condições externas. Além disso, sua forma retangular tradicional faz com que a convecção também afete, e muito, o conforto térmico: a circulação de ar é um grande problema, tornando a utilização de ar condicionado praticamente obrigatório para que se obtenha conforto. Para que um isolamento térmico seja capaz de proporcionar conforto térmico, é preciso que este aborde com as três formas de transferência de calor: a radiação, convecção e radiação.
 
 

 
A utilização de produtos de isolamento térmico tradicionais como manta de lã de vidro, lã de rocha, placas de poliestireno expandido/extrudado, isopainéis de poliuretano/poliestireno expandido em estruturas de container se mostram ineficazes em tratar todo o problema, pois lidam apenas com a condução. Além disso, são muito suscetíveis aos impactos da umidade, o que reduz significativamente seu desempenho. Uma alternativa são as tintas refletivas que, apesar de não serem uma solução definitiva (precisam de manutenção constante) conseguem lidar muito bem com a radiação. Contudo, no inverno a necessidade é isolar o container da baixa temperatura externa, e para isso, as tintas não são eficientes. Um isolamento térmico ideal para estruturas em containers deve aliar o melhor dos isolamentos que trabalham com a condução e o melhor dos isolamentos que trabalham com a radiação. A solução de climatização de containers está na utilização de um sistema de isolamento térmico eficiente, que se adapte as peculiaridades da estrutura metálica com um bom custo benefício e que alie as vantagens de lidar bem com a radiação e condução, com o frio e o calor, como uma garrafa térmica.


Solução eficiente e versátil

As tecnologias mais eficientes em isolamento térmico utilizadas são trajes de astronautas, que utilizam um sistema a base de películas refletivas intercalando camadas de vácuo para obter a climatização adequada em temperaturas extremas. Este mesmo conceito é utilizado de forma simples em um objeto muito comum já mencionado: a garrafa térmica. A garrafa térmica consegue manter o café quente e a água gelada dentro de seu recipiente isolando a parte interna das condições climáticas externas. Isto se deve pelo fato da garrafa térmica conter uma câmara de ar estruturada dentro de duas películas metálicas refletivas na face interna e externa. Este sistema permite que a garrafa térmica controle a transferência de calor via radiação devido ao espaço de ar entre as películas refletivas. Este espaço de ar minimiza os impactos da transferência de calor via condução ou convecção. Utilizando-se do mesmo conceito da utilização de camadas de ar em estruturas sanduíche de películas altamente refletivas, o isolante térmico 3TC também proporciona o controle das 3 formas de transferência de calor. A tecnologia funciona a partir da junção de duas películas refletivas laminadas em um núcleo de poliestireno expandido (que contém 98% de ar em seu interior). De forma simples, a utilização do sistema de isolamento 3TC em containers proporciona a estrutura o mesmo resultado de uma garrafa térmica, climatiza o ambiente interno sem sofrer influências do ambiente interno, seja este frio ou calor. Melhor isolamento, melhor eficiência energética na utilização de ar condicionado ou sistemas de aquecimento para regiões frias, ou seja, a utilização do sistema de isolamento 3TC se mostra como a alternativa mais eficiente e viável.

 

Isolamento 3TC aplicado em um container da empresa EDIFICARE.

Tags

#containers #edificare #3TC #engenharia civil #mundancas climaticas #aquecimento global #isolamento termico #PMBC #UFRJ #NBR 15220 #NBR 15575 #calor #lã de vidro #lã de rocha #tinta refletiva #tinta térmica